Transformação Digital

O que é a transformação digital?

A quarta revolução industrial chegou. O mundo digital está avançando a uma velocidade incrível. Para terem sucesso, os líderes de negócios devem acolher a transformação digital: novas formas de conectar pessoas, dados e processos para agregar valor para os clientes.

A transformação digital é um processo no qual as empresas fazem uso da tecnologia para melhorar os processos, aumentar o alcance e garantir melhores resultados. É uma mudança estrutural nas organizações, dando um papel essencial para a tecnologia. É usar a tecnologia para mudar a forma como se faz o negócio. Ao final deste post, daremos algumas dicas de como iniciar a sua transformação digital.

 

 

A tecnologia está transformando a forma como fazemos negócio. No mundo inteiro 

  • 62% das empresas percebem que novos concorrentes entraram no mercado a partir do desenvolvimento de tecnologias digitais
  • 45% das empresas têm medo de se tornar obsoletas em 03 a 05 anos
  • 48% dos líderes não sabem como a indústria vai se comportar em 03 anos
  • 73% das empresas afirmam que uma estratégia de tecnologia centralizada precisa ser prioridade
  • 66% dos líderes são incentivados a investir em tecnologia
  • O investimento em transformação mundial crescerá 16,8% de U$ 1,1 trilhão para U$ 1,3 trilhão
  • 33,9% das PMEs no Brasil já utilizam tecnologia e software de IoT
  • 22,2% das PMEs escolheram novas tecnologias motivadas por necessidades dos clientes

Fonte

No vídeo abaixo, Flavio Pripas, diretor do Cubo Itaú, explica que a transformação digital é uma transformação de cabeça e de modo de operação, muito além da incorporação de recursos tecnológicos: incorpore a nova velocidade do mundo dentro do seu negócio. Confira mais detalhes apertando o play.

Segundo David Smith, vice-presidente mundial de PMEs da Microsoft…

Não importa o tamanho de sua empresa, a tecnologia impactou nossa cultura de tal maneira que ser bem-sucedido agora não garante que seu negócio tenha êxito futuramente. Os clientes esperam interagir com as marcas no ambiente digital da mesma maneira que fazem com seus familiares e amigos. Os empregados têm novas expectativas no que se refere ao lugar e como realizam seu trabalho. A inovação acontece mais rápido do que nunca.

Qual é a chave para que pequenas empresas mantenham o ritmo? A tecnologia. Graças à nuvem, a TI – antes estava reservada para as grandes empresas, com grandes pressupostos – agora está disponível para negócios de todos os tamanhos. E, graças a isso, nunca houve um melhor momento para que as pequenas e médias empresas (PMEs) adotem tecnologias que possam mudar a maneira como fazem negócio, conectam-se com seus clientes, geram lucros e inovam.  Para muitas empresas, a palavra “transformação” poderia soar como intimidadora, esmagadora e talvez inalcançável. O mito mais comum que escutamos de muitos donos de empresa é que a transformação é igual ao rompimento do negócio e muda os caminhos da administração. Mas a realidade é que a tecnologia pode permitir que as pequenas empresas consigam o que talvez pensavam que não era possível, como descobrir novas fontes de ganhos por meio da informação de valor ou automatizar processos rotineiros de negócios para ganhar mais tempo em seu dia.

Não há melhor momento para as PMEs adotarem a transformação digital.

Quatro grandes tendências que impulsionam essa transformação nos negócios.

Tendência 1: A maneira como as pessoas querem trabalhar começou a mudar

Os negócios já não acontecem em um só lugar; o conceito de que o dia de trabalho vai das 9h às 17h e o escritório é um lugar com quatro paredes já não é mais uma norma. De fato, nove em cada 10 empregados passam pelo menos 20% de seu tempo longe de seus principais locais de trabalho. Sem dúvida, coisas como a comunicação em tempo real, as inter-relações pessoais e o aproveitamento do conhecimento coletivo são importantes para a produtividade dos empregados. Então, é uma tarefa dos donos de empresas repensar como oferecer essas experiências nesse novo mundo do trabalho.

O Museu Autry reconheceu essa mudança na maneira de realizar o trabalho e rapidamente adotou a tecnologia para ajudar seus funcionários a se manterem conectados apesar de dispersos em três lugares na área de Los Angeles. O museu começou a transição com o Office 365 para permitir que seus empregados sejam mais produtivos enquanto estiverem longe de seus escritórios, um recurso importante já que a maioria da equipe passa a maior parte do dia no piso do museu. Agora, os funcionários podem responder aos e-mails de maneira rápida, agendar reuniões e administrar seus calendários em qualquer lugar que estiverem. Essa funcionalidade tem sido especialmente benéfica no gerenciamento dos diferentes eventos realizados no museu, a equipe pode revisar os calendários facilmente para ver a disponibilidade de datas, gerenciar verbas e compartilhar documentos em tempo real. Essa liberdade de trabalhar de diferentes formas é melhor para o indivíduo, pois ele se mantém produtivo e conectado com o negócio, oferecendo o melhor serviço possível ao convidado, o que é crucial.

Tendência 2: As expectativas do cliente não são mais as mesmas

A possibilidade de obter e manter clientes é talvez o fator mais importante para o sucesso de um negócio. Sem os clientes, nada mais importa, por mais que a metade das empresas digam que seu sucesso depende da sua capacidade de resposta para as necessidades específicas dos clientes. Sabemos que 86% dos clientes estão dispostos a pagar mais por uma melhor experiência como clientes. Porém, para as pequenas empresas, essa pode ser uma perspectiva desanimadora, já que os recursos são limitados e o tempo da equipe é ainda mais escasso. Mesmo que o bom serviço ao cliente sempre necessite de um toque pessoal, a tecnologia tem ajudado as pequenas empresas, mais do que nunca, a consolidar a informação dos clientes, automatizar processos rotineiros e agir mais rápido em relação às novas oportunidades.

Uma solução de gerenciamento de relacionamento com o cliente (CRM) muda rapidamente de “seria bom ter” para “devemos ter” para que as empresas possam oferecer o nível de serviço que os clientes esperam. Essas soluções permitem que as empresas rastreiem informações dos clientes como históricos de compra, ações de acompanhamento, preferências e muito mais para gerar lealdade nos clientes e descobrir novas oportunidades de ganho. Muitos sistemas CRM se integram com a tecnologia existente nas empresas para gerar uma experiência impecável. Por exemplo, o Outlook Customer Manager é um recurso simples, porém poderoso, que está disponível para usuários do Office 365, que oferece às empresas uma visão completa das interações com clientes individuais, ajuda a dar continuidade a tarefas e tratativas em andamento e envia lembretes para reuniões e encontros importantes.

Tendência 3: A tecnologia pode fazer o trabalho por você

Em muitas pequenas empresas, a administração de TI não é atribuída a uma equipe completa. Em geral, é o dono da empresa ou o empregado que mais sabe sobre tecnologia que se encarregam dessa tarefa. A nuvem tira do negócio a responsabilidade da manutenção da tecnologia e das atualizações e às coloca nas mãos do fornecedor de serviço de nuvem, o que libera os donos das empresas e empregados para se concentrar nas tarefas que geram lucro.

As plataformas e aplicações de nuvem da atualidade permitem que as pequenas empresas reduzam o custo e a complexidade de seus investimentos de TI, uma vez que impulsionam o cumprimento de normas e a segurança com atualizações automáticas tranquilizadoras. 52% das empresas a nível mundial dizem que a nuvem torna suas equipes de TI mais produtivas, e dados do Boston Consulting Group mostram que as empresas que utilizam tecnologia de nuvem melhoram sua eficiência e produtividade.

Tendência 4: Os dados eliminam o risco de ter uma empresa

Os donos de pequenas empresas investem sangue, suor e lágrimas e, em muitas ocasiões, todo o patrimônio em suas empresas. Então, tomar decisões de negócios baseadas em suposições ou impressões não é suficiente. Os dados são a arma secreta das pequenas empresas para manter o rumo com competência e fidelizar seus clientes. Para entender como crescer e evoluir sua organização, um dono de empresa deveria se apoiar nos dados para que eles ajudem a antecipar o próximo grande passo, seja uma oportunidade para o mercado aproveitar seja uma necessidade emergente de um cliente.

Muitas empresas atualmente possuem uma grande quantidade de dados que podem fornecer informações de grande valor sobre essas coisas, mas muitos não sabem como reuni-los para descobrir as oportunidades que impulsionariam seu negócio à frente. Por exemplo, os dados do histórico de compras de um cliente podem ajudar as empresas a identificar quando é o melhor momento de repor certos produtos. Os padrões de tráfego web oferecem informações de valor sobre os melhores horários para publicar anúncios e ofertas aos novos clientes. Os dados são a chave para desbloquear informações de valor e eliminar as conjecturas na administração de uma empresa.

 

Como iniciar a transformação digital na sua empresa

1- Entenda e repense seu negócio, o que seus pares estão fazendo ao redor do mundo?

Transformação digital é muito mais do que informatizar a empresa. É entender o seu propósito e sua inserção no mundo. A mudança atinge todas as etapas do negócio e exigindo uma mudança cultural, que passa muito pela mudança de pensamento daqueles que fazem a empresa seguir em frente. Sem mudança de cultura, sem transformação.

Analise o mercado da sua empresa e trace planos para o futuro, estude potenciais ameaças ao seu produto ou serviço e adequar sua empresa para essas rupturas que surgirão.

2- Envolva toda sua equipe

Transformação digital não é papel só do setor de TI. Como você pode ver, é uma mudança que envolve todos os setores da empresa. Por isso, é fundamental que todos estejam envolvidos nessa mudança. E só assim os resultados serão duradouros e permanentes.

3- Capacite

Os resultados não serão os esperados se por exemplo, for implantado na empresa uma ferramenta de colaboração completa como o Office 365 e não ter profissionais capacitados para utilizá-la. Esse tipo de situação é um dos maiores vilões da implantação de novas tecnologias nas empresas.

invista na capacitação da sua equipe através de treinamentos e qualificações constantes. Contrata empresas especializadas em cada produto para espalhar o conhecimento por toda a equipe interna.
Lembre-se, tecnologia muda constantemente.