Segmentos

Prateleiras inteligentes da Kroger eliminam o papel, acendem as luzes e encantam os clientes

O futuro acena no corredor 3.

Seus olhos passam de um lado para o outro, escaneando as prateleiras cheias de produtos, com preços digitais, ofertas relâmpago e imagens de alimentos que logo podem estar no centro da sua mesa de jantar. Você está pensando em comida italiana.

Você olha mais de perto. Os dados nutricionais e de alergia são exibidos em uma tela habilitada para IoT (Internet das Coisas). Tomates Sundried anunciam que não contêm glúten. O molho de macarrão revela: “Sou produzido localmente!”. O Bluetooth na prateleira interage com a lista de compras em seu smartphone, iluminando uma prateleira abaixo do próximo item que você veio buscar: fettuccine.

Isso é o que você vê na Kroger EDGE, uma nova solução de sinalização baseada na nuvem para as prateleiras de varejo. Mas o que não está aqui é igualmente atraente: sem etiquetas de preço impressas, sem promoções escritas no papelão e nenhuma das luzes brilhantes normalmente necessárias para explodir os fótons extras em todo o papel.

“É mais limpo e ambientalmente eficiente – e nossos clientes percebem isso e gostam”, diz Brett Bonner, vice-presidente de pesquisa e desenvolvimento. “Isso é o poder sustentável.”

A EDGE – que significa Enhanced Display for Grocery Environment (Exibição Melhorada para Supermercado, em português) – depende do Microsoft Azure para armazenar e processar volumes de dados gerados pelas ações dos clientes e em torno das prateleiras.

Conectada por sensores IoT, a EDGE transmite informações em tempo real de todos os corredores e terminais em 16 lojas de teste localizadas perto da sede da empresa em Cincinnati, Ohio. Este ano, a Kroger Co. – maior cadeia de supermercados dos Estados Unidos – introduzirá a EDGE em 120 lojas.

A nova solução também ilumina o maior compromisso da Kroger com o meio ambiente, diz Bonner.

A EDGE foi projetada, por exemplo, para usar uma corrente contínua de baixa tensão que atende aos padrões estabelecidos pela EMerge Alliance, uma associação do setor que lidera a adoção de energia segura e eficiente em edifícios comerciais.

À medida que a EDGE for amadurecendo, ela será executada com fontes de energia renováveis, diz Bonner. Atualmente, o sistema usa uma fonte de luz LED que consome muito menos energia do que lâmpadas incandescentes ou fluorescentes.

“A principal razão para ter grandes luzes nas lojas é porque você precisa acender para ler etiquetas de papel”, diz Bonner. “Com isso, você também pode desligar as luzes.”

Nos próximos dois anos, a Kroger pretende reduzir seu consumo acumulado de eletricidade em 40% nas quase 2.800 lojas que opera em 35 estados sob 24 banners, de acordo com seu relatório de sustentabilidade.

Na verdade, os esforços de redução de energia da empresa economizaram mais de 135 milhões de quilowatts/hora durante 2017 – e mais de 1,7 bilhão de quilowatts/ hora durante os anos desde 2000. Essas ações recentemente renderam à Kroger o prêmio 2018 Energy Star Partner of the Year da Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos.

Todos esses quilowatts-hora “equivalem a uma quantidade de energia para abastecer 146 mil residências familiares, como em Portland, Oregon, por um ano”, diz Kristal Howard, diretora de comunicação corporativa e relações com a mídia da Kroger Co.

E tem mais. O novo plano “Zero Fome Zero Desperdício” da Kroger visa acabar com a fome nas comunidades que atende e eliminar o desperdício de alimentos em todas as suas operações até 2025.

A tecnologia – particularmente a Internet das Coisas – desempenha um papel central em muitas dessas atividades ecológicas, diz Bonner.

E a vantagem de se tornar sustentável é, bem, outro tipo de sustentabilidade.

“Acreditamos que a Kroger é a maior empresa de IoT do mundo. Por exemplo, implantamos um sistema de monitoramento de temperatura de alimentos em todas as nossas lojas. Muitas empresas ainda estão tentando descobrir como fazer isso. Na Kroger, já é realidade”, diz Bonner.

Chamado de Alertas FAST (Food at Safe Temperatures, ou Alimentos em Temperaturas Seguras, em português), ele usa sensores IoT para rastrear constantemente as temperaturas dentro dos recipientes de alimentos frios e congelados, enviando notificações digitais para as lojas se, digamos, uma porta do congelador ficar entreaberta ou se houver uma avaria mecânica.

“Economizamos quantidades enormes de energia com nossa IoT. Então, além dos impactos sociais, isso significa economia de dinheiro e um grande retorno financeiro”, diz Bonner.

A Kroger pode, finalmente, mover os Alertas FAST para o Azure, acrescenta Bonner.

A nuvem da Microsoft também ajudou a aumentar a vantagem financeira derivada da Kroger EDGE. O Azure permite que o sistema use preços dinâmicos – ou seja, commodities, como produtos sazonais, podem ter preços mais próximos dos valores reais ou destacados para promoções relâmpago, enquanto promoções especiais também podem ser facilmente criadas e lançadas.

Essas ações ajudaram a impulsionar as vendas, Kroger reporta. Além disso, cada prateleira pode criar uma publicidade vibrante, que ajuda a aumentar a receita de anúncios.

“Ele traz a riqueza da informação da internet para as vistas, sons e toques do varejo”, diz Bonner.

“O caminho da compra para um consumidor na internet é tipicamente um clique e espera. Nesse caso, você tem todos esses recursos – e ficar diante do seu produto é um comprador motivado, pronto para escolher e pegar”, acrescenta.

A Kroger realizou milhares de testes na EDGE para avaliar a resposta dos clientes (ela atingiu, segundo a empresa, mais de 90% em termos positivos) e muitas demonstrações experimentais para continuar construindo suas características futurísticas.

Em uma demonstração que envolveu um aplicativo especial, os clientes puderam dar instruções aos seus smartphones como: “Mostre-me o item com menos sódio”, fazendo com que a prateleira contendo esse produto acendesse, diz Kevin Fessenden, gerente de produto da EDGE.

Outra demonstração vincula as listas de compras digitais aos smartphones dos clientes à EDGE, criando um avatar personalizado para cada comprador.

Aqui, Fessenden revela as qualidades de superpotência que ele imagina para a EDGE.

“Meu avatar é o Homem-Aranha. Enquanto ando pela loja, toda vez que vejo uma etiqueta digital na prateleira com o Homem-Aranha, sei que é um item da minha lista de compras.”

Para um fã, isso dá um novo significado à navegação na “web”.

Fonte