Info

Nuvem Microsoft é a melhor em eficiência energética e redução de emissão de carbono

Organizações conscientes sobre energia, carbono e sustentabilidade devem considerar a migração de datacenters locais para a Nuvem Microsoft – essa é a principal conclusão de um novo relatório divulgado recentemente.

Entre os achados, estão os resultados dos serviços da Nuvem Microsoft, que é até 93% mais eficiente energeticamente e até 98% mais eficiente em carbono, quando comparada aos datacenters corporativos tradicionais. Para contextualizar, se apenas 20% do mercado existente nos EUA mudasse para a Nuvem Microsoft, seria equivalente a reduzir as emissões de carbono de cidades como Seattle, em Washington, ou Turim, na Itália. Em todos os cenários, e até mesmo em comparação com datacenters virtualizados high-end, a Nuvem Microsoft está proporcionando grandes ganhos em eficiência energética e reduções nas emissões de carbono.

A Microsoft trabalha para tornar os datacenters e serviços em nuvem os mais eficientes. A começar do projeto da TI, incluindo chips mais rápidos e eficientes, que podem fazer mais usando menos energia, e desenvolvimento de código aberto para compartilhar projetos e aprender com outros por meio do Open Compute Project. Também investe em projetos e operações sustentáveis de datacenter, obtendo economias de escala e maximizando a eficiência da infraestrutura do datacenter. Mas só a eficiência não pode fazer muito, por isso garante o comprometimento no fornecimento de energia mais renovável a cada ano.

Este relatório compara apenas com as soluções locais. Em muitos círculos, as vantagens dos datacenters na nuvem versus locais já foram absorvidas e não há tantas soluções apenas locais em 2018 como havia em 2010. Mas a mudança está longe de terminar. A Cisco estima que os serviços na nuvem podem responder por até 95% do tráfego de datacenter em três anos, e isso será impulsionado pelo dobro da quantidade de datacenters em todo o mundo.

Para a Microsoft, isso significa duas coisas importantes. Primeiro, é preciso continuar a medir e gerenciar o impacto ambiental das ofertas de serviços na nuvem. Segundo, operar datacenters com mais eficiência é bom para os negócios, os clientes e para o planeta.

A nuvem global que está sendo construída faz parte do legado duradouro da Microsoft. É uma obrigação operar com responsabilidade, incluindo ofertas de nuvem mais eficientes e sustentáveis para os clientes, que esperam cada vez mais confiar no desempenho ambiental de seu provedor de nuvem.

Embora a nuvem tenha crescido exponencialmente, é importante ter em mente que os primeiros passos ainda estão sendo dados. Ao considerar sua migração para a nuvem ou consolidar seus serviços em nuvem ou mesmo o provedor em nuvem que está usando, você deve saber disso que os datacenters que fornecem energia à nuvem da Microsoft fornecerão alta disponibilidade, resiliência e segurança, além de eficiência energética e economia de carbono que deseja.

Fonte